domingo, 4 de janeiro de 2009

Justiça



     É preciso muito cuidado para pronunciar o título dessa postagem, tenhamos medo de falar essa palavra pois hoje parece que todos a confundem com coisas abomináveis. É preciso paciencia para a verdadeira justiça, talvez demore tanto que nos não estaremos mais aqui, muitos vão chorar ainda, mas ela virá e seguirá pelos caminhos certos, destruindo os monstros que se passaram por ela. 

"Tu vens, tu vens 
 Eu já escuto os teus sinais..."

Anunciação
Alceu Valença


2 comentários:

Anônimo disse...

Nossa...é até difícil comentar uma postagem dessa...gostei da associação que fizeste com a música de Alceu Valença, criativo demais, quanto ao desenho, o que pisa aquele ser indescritível são crânios???

Parabéns pelo desenho, e pela composição. Depois desta postagem, acredito que podemos esperar de vc quase tudo, ou diria tudo...

Augustus Severus Maximus disse...

Iniciastes muito bem o ano, a postagem dos versos de Anunciação vem expressar através das curvas de uma ilustração a realidade que vivemos.
Arrastamo-nos numa inércia que carrega em si as desgraças de uma vida medíocre marcada por investidas contrárias ao bem humano e natural das coisa.
O cavaleiro, ou seja o futuro, vem impregnado com uma sede imsensurável, sede essa nãod e fazer justiça, mas de retribuir-nos com tudo aquilo que outrora planejamos através de nossos gestos e ações.

"A voz do anjo
Sussurrou no meu ouvido
Eu não duvido
Já escuto os teus sinais"

Do mesmo modo a Anunciação também revela-nos um discursso teológico que faz ressurgir em nossos corações a força da esperança, esperança que vem confortar aqueles que de certa forma souberam fazer uso do seu livre arbítrio. Seria prevendo um castigo ou um coforto? Não sei, só o futuro dirá.

"Que tu virias
Numa manhã de domingo
Eu te anuncio
Nos sinos das catedrais...

Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais"

Findando esse mísero comentário, diante da grandeza de sua ilustração, sua mensagem foi trasmitida e cabe a nós tentarmos dar novas nuances a estética desse cavaleiro vindouro.

Abraços.

 
Contador de visitas

Contador de visitas