domingo, 31 de agosto de 2008

Equanto o Bolero não toca...


Mil desculpas pela demora, eu ainda não postei o poema de Jessier Quirino. Mas não desisti! Me falta algum repertório(isso até da pra conseguir) e tempo(esse é q ta atrapalhando). Ultimamente desenhar para vcs tem sido um luxo q eu me privei por falta de tempo mesmo. Espero q gostem da pintura, é uma antiga postagem que eu decidi colorir.
Um grande abraço!


Michel.

5 comentários:

Patrícia de Medeiros Nóbrega disse...

Lembro-me bem deste desenho...acho que não preciso repetir o quanto prefiro seus desenhos preto e branco, mas confesso que este em particular me encantou...fiquei olhando para ele vários segundos, que no conjunto chegaram muito próximos de 60 segundos!

Gostei do título do post, bastante sugestivo. Tinha muito tempo que (pela mesma falta de tempo sua) eu não visitava teu blog, estava com saudades de mergulhar no mundo que você cria ou reproduz nele.

Continua postando, que eu prometo continuar visitando.

Beijinhos de sua eterna fã nº1 ;)

Severus disse...

Oratórios................

O ambiente mais sacro de uma residência, amparo de Deus, da virgem santíssima, dos santos e dos anjos. Muitas das vezes, devido ao pre-conceito dos próprios donos, ficavam bem distantes das "macumbinhas" que aqueles recorriam apenas nas senzalas para manter uma postura de fé.
Os oratórios eram o centro de animação para as materias carnais que naquela casa temporariamente habitavam.
É uma pena tal expressão ter perdido sua expressão no tempo, ou melhor, no cotidiano da contemporâneidade.

PS: Belissimo desenho a mão,.

Mirelli disse...

Aqui o povo faz comentários bonitos e extensos;

Eu só sei dizer que os desenhos sao bonitos e tu é um pouco talentoso (só pra não se achar muito).

Acho que sou sua fã numero 2 então. Adoro seu trabalho.

Sarita disse...

Talentoso ;).Bjos

Mayara Lima disse...

Adorei!!!!
continue nos dando o praser dfe curtir o seu talento!!!!
bjs!
=*

 
Contador de visitas

Contador de visitas