sábado, 1 de dezembro de 2007

O Diabo na rua, no meio do redemunho


“Que o senhor sabe? Qual: ...O Diabo na rua, no meio do redemunho... O senhor soubesse... Diadorim – eu queria ver – segurar com os olhos... Escutei o medo claro nos meus dentes... O Hermógenes: desumano, dronho – nos cabelões da barba... Diadorim foi nele... Negaceou, com uma quebra de corpo, gambetou... E eles sanharam e baralharam, terçaram. De supetão... e só...
E eu estava vendo! Trecheio, aquilo rodou, encarniçados, roldão de tal, dobravam para fora e para dentro, com braços e pernas rodejando, como quem corre, nas entortações. ...O Diabo na rua, no meio do redemunho... Sangue. Cortavam toucinho debaixo do couro humano, esfaqueavam carnes. Vi camisa de baetilha, e vi as costas de homem remando, no caminho para o chão, como corpo de porco sapecado e rapado...”

Grande Sertão Veredas, João Guimarães Rosa

10 comentários:

Patrícia de Medeiros disse...

Michel, eu adorei.
A historinha ficou bem confusa, fui lendo antesque aparecesse a figura, mas qnd ela apareceu, encaixou perfeitamente na confusão.

Continue postando viu?
Abraços e parabéns pelo trabalho!

anne_ccs disse...

Esse menino eh uma loucuuuuuuuura!!!
tah muito massa isso aki mickey!!
=***** te adoro bixigaaaa!

Larissa disse...

micheeeeeeeeel

ficou muito bom o desenho finalizado =DDD

parabeens ;]]

;*******

... disse...

os seus desenhos despertam em mim uma sensação de vazio tão grande.

Michel disse...

são nas horas vazias que as pessoas se parecem mais umas com as outras, pra mim não existe beleza sem tristeza, e nas piores oras é que as coisas mais belas são feitas. Se vc gostou dos desenhos como são, vai gostar mais ainda dos próximos que estou fazendo.
Volte sempre!

Patrícia de Medeiros disse...

"são nas horas vazias que as pessoas se parecem mais umas com as outras, pra mim não existe beleza sem tristeza, e nas piores oras é que as coisas mais belas são feitas.",
Isso é bem verdade, os bons poemas que fiz, vieram acompanhados de dolorosas lágrimas.

Parabén pelo trabalho
Estou ansiosa pelos próximos posts

Vini disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vini disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vini disse...

Michel, tudo bem? Fantástica ilustração sobre a luta entre Diadorim e Hermógenes. Também aposto bem em outros tipos de signos para nos comunicar. A imagem, sobretudo por sua "apreensão" geral, torna-se genial como representação da palavra. Seu trabalho é PRIMOROSO. Você conseguiu captar cada movimento entre as personagens.

Anônimo disse...

heh, terminei o grande sertao agora e tava justamente pensando nessa parte. Nunca tinha entendido pq riobaldo tinha essa coisa de ficar pensando no diabo no meio do redemoinho toda hora até que chegou nessa parte...foda. Parabens ai pelo desenho

 
Contador de visitas

Contador de visitas